Tudo o que Você Precisa Saber Sobre o Empréstimo Pessoal

O empréstimo pessoal é uma das modalidades de crédito mais procuradas no Brasil. Apesar de que a operação é relativamente simples, existem alguns detalhes que são importantes para entender o funcionamento do empréstimo.

A seguir, explicaremos como o empréstimo pessoal funciona, quais são as melhores situações para solicitá-lo, além de informar quais cuidados devem ser tomados com o crédito.

O que é e como funciona um empréstimo pessoal?

O empréstimo pessoal, também chamado de crédito pessoal, nada mais é do que uma modalidade de crédito. Ele recebe esse nome porque é destinado apenas para pessoas físicas com mais de 18 anos.

O cliente, ao requerer o empréstimo, receberá a quantia solicitada em sua conta bancária. O depósito é feito pela instituição financeira que ofereceu o empréstimo.

O empréstimo é cobrado mensalmente, por meio de parcelamento. Cada parcela corresponde a parte do valor solicitado somado a uma taxa de juros, e serão cobradas por um prazo determinado antes da solicitação.

As taxas de juros dessa modalidade variam bastante, vão de 9,38% a 1.648,98% ao ano. Devido a essa grande variação, é mais que necessário fazer uma boa pesquisa antes de solicitar o empréstimo.

Quando solicitar o empréstimo pessoal?

O crédito pessoal é um tipo de empréstimo que não exige nenhuma justificativa de quem o solicita. Sendo assim, você pode usá-lo como bem entender. No entanto, recomenda-se que o empréstimo seja usado nas seguintes circunstancias:

  • Pagar dívidas

Se você deseja quitar uma dívida para evitar uma negativação ou deseja tirar seu nome do negativo, solicitar o crédito pessoal pode ser uma ótima opção!

Anúncios

Substituir uma dívida com juros maiores por uma com juros menores é ideal para evitar gastos desnecessários. Além de fazer uma economia, você também consegue deixar o seu nome limpo.

  • Quando não é possível utilizar um bem como garantia

Imóveis e veículos podem ser utilizados como garantia para fazer alguns tipos de empréstimo. Mas, como nem todo mundo possui algum desses bens, o empréstimo pessoal acaba se tornando uma boa opção.

As condições do crédito pessoal podem não ser as mesmas, já que quando você utiliza um bem como garantia, os juros, por exemplo, costumam ser menores, mas é uma das melhores alternativas disponíveis no mercado.

  • Abrir ou investir em um negócio

Créditos empresarias exigem muitos documentos e planos de investimentos no negócio, fazendo dele um tipo de crédito mais difícil de ser adquirido. Sendo assim, o empréstimo pessoal se torna uma opção bem mais viável para os empreendedores.

Com o crédito, os empreendedores podem iniciar seus negócios ou fazer investimentos em seus negócios já existentes.

Quem pode solicitar o crédito?

Em tese, qualquer pessoa com mais de 18 anos de idade e que possua um CPF ativo pode solicitar o empréstimo. No entanto, muitas instituições financeiras fazem uma análise de crédito para conceder o empréstimo pessoal e só liberam crédito para determinados perfis.

A análise de crédito tem como principal critério avaliativo o score de crédito da pessoa interessada. O score, que vai de 0 a 1000, funciona de acordo com o histórico de compra e pagamentos do CPF de cada um.

Com base nesse critério, quanto mais baixo for o score, maior é a chance de inadimplência e menor a chance de conseguir crédito, já que muitas instituições, portanto, não liberam crédito para pessoas que possuem o score muito baixo.

No entanto, muitas financeiras se especializam em crédito para pessoas com o score baixo ou com o nome negativado em empresas de proteção de crédito. Nesse caso, as taxas de juros costumam ser mais elevadas.

Quais são os juros do empréstimo pessoal?

Cada instituição financeira possui um valor mínimo e um valor máximo de juros. Sendo assim, A taxa de juros do empréstimo é calculada tendo como base o perfil do solicitante.

Vários dados são levados em consideração para montar o perfil do solicitante e determinar o risco de inadimplência do cliente. A idade, profissão, níveis de instrução e score de crédito são exemplos de dados que são considerados durante a análise.

Com a análise, o perfil do cliente será determinado e uma taxa de juros será definida. Vale lembrar que a tendência à adimplência ou à inadimplência serão essenciais para a determinação das taxas.

Quais cuidados tomar antes de solicitar um empréstimo?

Agora que você já sabe o que é e como funciona o empréstimo pessoal, está na hora de saber quais cuidados tomar quando for solicitar o crédito.

Primeiramente, é necessário fazer um bom planejamento financeiro, considerando todas as suas despesas e receitas. Isso é importante para que você tenha controle sobre as suas finanças, para assim evitar dívidas.

Como as taxas de juros e o prazo para pagamento não são fixos, é necessário estudar e pesquisar sobre as condições oferecidas. Portanto, verifique, junto a instituição financeira, as taxas de juros, o prazo e, principalmente, o Custo Efetivo Total da oferta.

Você também precisa ficar atento a credores que pedem depósito antecipado antes de liberar o crédito. O depósito antecipado consiste em um golpe, portanto fique atento e denuncie essa prática!

 

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!