O que considerar na hora de pedir um empréstimo?

Fazer um empréstimo não é fácil, principalmente porque isso é feito, na maioria das vezes, quando há algum problema financeiro. Por isso, é importante ter cautela e pesquisar bastante antes de fazer a solicitação do empréstimo.

Para ajudar você a fazer um empréstimo com mais segurança, fizemos este post apontando os principais cuidados a serem tomados na hora de pedir um empréstimo.

Conheça as opções de empréstimo

Fazer uma pesquisa sobre os tipos de empréstimo disponíveis no mercado é importante para saber qual é a melhor opção para você. Pesquise as ofertas disponíveis, buscando sempre as ofertas mais baratas e com as menores taxas de juros. Existem várias ferramentas que podem te ajudar a encontrar boas opções de empréstimo, com taxas de juros baixas.

Uma boa opção é entrar em contato com o gerente do seu banco. Se você tiver uma boa relação com o banco, pode conseguir boas ofertas, com juros menores. Além disso, caso você possua um score alto suas chances de conseguir o crédito também aumentam.

Qual o objetivo do empréstimo?

Antes de mais nada, é necessário traçar bem o objetivo do empréstimo e, analisar minuciosamente se o crédito vai caber dentro do seu orçamento.

O recomendado é que um empréstimo seja solicitado apenas quando houver algum tipo de situação emergencial, como emergências médicas ou algum problema com o carro, ou ainda quando houver alguma oportunidade interessante, como, por exemplo, um bom investimento. Além disso, recomenda-se que um empréstimo seja solicitado para pagar uma dívida caso os juros dela sejam maiores que os do crédito.

Se você quer o empréstimo para uso pessoal, isto é, para ser utilizado em gastos com recreação, lazer, viagens ou roupas, fazer um empréstimo pode não ser uma boa opção.

Planeje o pagamento do empréstimo

Agora que você já fez uma boa pesquisa de mercado e concluiu que o empréstimo é a melhor opção para você, chega a hora de pensar em como você irá pagar o empréstimo. A seguir, selecionamos algumas dicas que o ajudarão a planejar o pagamento:

Anúncios
  • Tenha controle de suas despesas: Ter controle e mapear as suas finanças é essencial. Especialmente para saber o quanto você pode gastar por mês com as parcelas do empréstimo.
  • Faça um planejamento para seus gastos futuros: Sabemos que é impossível prever e se planejar para todo tipo de gasto, afinal de contas imprevistos acontecem. Porém, o que estamos sugerindo aqui é que você registre os gastos que você pode ter no futuro. Por exemplo, se você tem um filho que está entrando na idade escolar, terá que arcar com os custos de seu material escolar. É esse tipo de gasto que você deve prever e registrar.
  • Avalie suas despesas e veja quais podem ser cortadas: Economizar é muito importante para quem precisa de um empréstimo. Portanto, é importante analisar bem as despesas e ver quais gastos podem ser cortados para que você possa pagar o empréstimo sem correr o risco de adquirir uma dívida.

Não se esqueça que o planejamento é imprescindível, pois o atraso ou não pagamento de uma mensalidade pode aumentar muito as taxas de pagamento do crédito, aumentando ainda mais a dívida.

Preste atenção nas taxas de juros e no Custo Efetivo Total

Todo tipo de empréstimo, independente da modalidade e do valor, tem uma taxa de juros atrelado a ele. A taxa de juros é referente ao valor cobrado pelo banco ou outra instituição financeira, por emprestar determinada quantia de dinheiro a você.

O percentual dessas taxas pode variar de acordo com o tipo de empréstimo, e também de acordo com o banco agencia financeira.

Recomendamos que você faça uma boa pesquisa antes de pedir o empréstimo, procurando as melhores opções oferecidas pelas agências bancárias e financeiras, já que as taxas podem variar entre as instituições.

Além das taxas de juros, é muito importante que você procure saber quais são as outras taxas cobradas pela instituição que está concedendo o empréstimo. O Custo Efetivo Total (CET) é o nome dado ao custo total de todos as possíveis despesas do seu empréstimo, que incluem os juros e impostos cobrados.

Ao comparar o CET de diferentes empréstimos, você identifica o quanto pagará em impostos, juros e outros encargos cobrados pelo banco. Ou seja, você terá uma visão mais transparente de cada oferta e, por consequência, poderá identificar qual a melhor oferta para você.

Cuidado com golpes!

Antes de fazer qualquer tipo de empréstimo, é de suma importância conhecer a média de preços e como o mercado de empréstimo funciona, desse modo você evita cair em golpes. Assim, se aparecer alguma oferta com condições milagrosas, é bom desconfiar.

Pesquise, antes de solicitar o empréstimo, sobre a instituição em que você deseja pedir o empréstimo. Busque informações sobre a eructação da mesma e, caso alguma empresa pedir algum tipo de adiantamento, desconfie! Essa não é uma prática usual, e provavelmente é um golpe.

Preste atenção no contrato

Por fim, é muito improntante que você leia o contrato com muita atenção para que você fique ciente de possíveis reajustes previstos em contrato. Desse modo, você evitará alguma surpresa desagradável no futuro.

 

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!