Financiar ou pagar o imóvel à vista: qual é a melhor opção?

O sonho de muitas pessoas é ficar livre do aluguel e ter o seu próprio imóvel. No entanto, a casa própria custa bem caro e sua compra precisa ser muito bem planejada. Com isso, costuma surgir a seguinte questão: Qual é a melhor opção, comprar um imóvel à vista ou financiá-lo?

A seguir, conheça quais são as principais vantagens de cada uma das opções e, também, o que você precisa levar em conta na hora de fazer a compra. Confira!

Quais os benefícios do pagamento à vista?

A primeira grande vantagem do pagamento à vista é a possibilidade de negociar o valor e ganhar um ótimo desconto, que é algo que o financiamento não possibilita. Se você ganhar, por exemplo, 20% de desconto na compra, você pode pegar o dinheiro não gasto e fazer um investimento.

Além disso, ao comprar um imóvel à vista, você fica livre de uma dívida que poderá durar anos até ser paga, afinal, alguns financiamentos podem chegar a até 35 anos.

Caso seja necessário fazer, no futuro, algum tipo de reparo emergencial no imóvel, como acontece quando há algum tipo de problema estrutural na casa, ter pago o imóvel à vista se tornará uma grande vantagem. Afinal, se você estiver pagando o financiamento, você precisará pagar o valor das parcelas e, ainda, terá de arcar com as despesas de uma reforma.

Comprar o imóvel à vista também é um tipo de investimento a longo prazo, pois, dependendo da localização do imóvel e outros fatores, ele pode ganhar valor com o passar do tempo.

Por fim, uma outra vantagem sobre o financiamento, é que este faz com que seu bem fique alienado até que todas as parcelas estejam quitadas. Quando você paga pela casa à vista, o imóvel não fica alienado.

Quais são as vantagens trazidas pelo financiamento?

A principal vantagem do financiamento é que ele traz a possibilidade de você pode adquirir um imóvel imediatamente e ir pagando as parcelas aos poucos. Essa pode ser uma ótima opção para pessoas que possuem dificuldades para economizar,

Anúncios

O financiamento também pode ser visto como um tipo de investimento, pois se você está pagando o aluguel, você está investindo em algo que não é seu. Com um financiamento, você pode usar o dinheiro do aluguel para pagar as parcelas da compra.

Vale ressaltar que a dica anterior só é válida para a compra de imóveis prontos para morar, já que a compra de um imóvel na planta pode complicar as coisas, já que as parcelas do financiamento serão somadas às do aluguel.

O financiamento também é uma boa opção para pessoas de baixa renda. Existem alguns tipos de financiamento que contam com taxas de juros menores e que, muitas vezes, contam com subsídios governamentais. Esse tipo de financiamento é feito justamente para esse público.

Uma outra grande vantagem do financiamento é o fato de que você pode usar o seu FGTS na compra de um imóvel. Para isso é necessário que você e o imóvel desejado cumpra alguns requisitos, como não possuir um outro imóvel residencial na mesma cidade ou região metropolitana.

O FGTS, neste caso, pode ser usado como entrada, amortização ou para pagar as parcelas do financiamento. O FGTS também pode ser usado no pagamento à vista, mas somente se o saldo for suficiente para quitar o bem.

Afinal, qual das duas opções é a melhor?

Apesar de que cada uma das opções possui suas vantagens, a reposta pode depender do seu momento financeiro. Portanto, é ideal que você faça uma análise sobre as suas condições financeiras e dos seus planejamentos futuros.

Se você já tem um bom dinheiro guardado ou possui condições para conseguir fazer uma poupança ou outro investimento, talvez pagar o imóvel à vista pode ser a melhor opção para você.

Caso contrário, o financiamento pode ser mais adequado, desde que se tenha disciplina para arcar com as parcelas. Uma boa opção é deixar um bom dinheiro investido, de modo em que os rendimentos ajudem a arcar com os juros do financiamento.

Planejar e ter disciplina é indispensável

De qualquer modo, comprar uma casa ou apartamento exige um bom planejamento. Sendo, portanto, importante manter seu orçamento organizado e manter as contas controladas, buscando, ainda, meios para economizar.

Estabeleça o que deve ser economizado para conseguir realizar o sonho de ter sua casa própria. Se você for optar pelo financiamento, é necessário planejar bem o valor da entrada.

Além de economizar, invista seu dinheiro. Um investimento seguro, como a poupança ou o Tesouro Direto, pode ser uma boa opção para esse tipo de compra.

Se você tiver família, não se esqueça que a compra do imóvel será um esforço conjunto! Portanto, será necessária a cooperação entre todos os membros. Além disso, é preciso construir e manter um orçamento familiar bem ordenado.

 

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.