6 Dicas para Usar o Cartão de Crédito sem Criar Dívidas

O cartão de crédito está cada vez mais presente na vida dos brasileiros, se tornando um item indispensável para muitas pessoas. É inegável que o cartão traz diversas vantagens a quem o usa de maneira responsável, mas apesar disso, muitas pessoas cometem erros ao usar o crédito. Esses erros podem ser graves e podem custar caro, gerando dívidas que podem durar anos.

Foi pensando nesses erros que criamos este post! Aqui, reunimos 5 dicas essenciais para usar o cartão de crédito de modo responsável, para evitar surpresas quando a fatura chegar e também evitar endividamentos. Confira!

1. Mantenha os gastos do cartão dentro do orçamento doméstico

Muitas pessoas consideram que o cartão de crédito tem como desvantagem o descontrole de gastos. No entanto, essa suposta desvantagem não é inerente ao cartão, mas é sim uma espécie de sintoma de um descontrole no orçamento de gastos de alguém. 

Muitas pessoas não dão muita atenção aos gastos feitos no cartão de crédito, não registrando no orçamento tudo que foi comprado no crédito. Esse mau hábito deve ser eliminado por aqueles que querem usar o cartão de forma responsável e não contrair nenhuma dívida.

Portanto, para que você tenha consciência de todos os seus gastos com o cartão, é necessário registrá-los detalhadamente, assim como você faz com o seu dinheiro. Ou seja, é necessário tratar o seu cartão da mesma forma que você trata o seu dinheiro.

2. Estabeleça um limite de gastos

Um erro muito comum que as pessoas cometem ao utilizar o cartão de créditos é gastar mais do que podiam e, por consequência, são obrigadas a pagar o mínimo da fatura ou não conseguem pagar a fatura.

As consequências disso podem ser desde o estouro do orçamento mensal até o acúmulo de dívidas. O que deve ser feito para evitar essas situações é estabelecer um limite para gastos com o cartão de crédito.

Para isso, deixe o seu orçamento sempre atualizado, anotando todos os gastos com o cartão, como sugerimos no tópico anterior.  Não deixe também de verificar frequentemente o saldo do seu cartão através, assim você acompanha o quanto já gastou e evita novos gastos.

Anúncios

3. Tome cuidado com as compras impulsivas!

As compras compulsivas são as maiores vilãs de quem usa algum cartão de crédito. Prestar atenção a este tipo de comportamento é importantíssimo para evitar dívidas com o cartão.

Questione-se sempre que for fazer alguma compra: Essa compra é realmente necessária? Esse produto ou serviço que quero adquirir é realmente essencial? Fazer esse tipo de pergunta é importante para saber se o que desejamos é realmente necessário e se não passa de apenas um desejo passageiro, que pode ser evitado.

Evitar esse tipo de atitude pode trazer uma grande economia e, ainda, evitar surpresas desagradáveis na hora que a fatura chegar.

4. Não tenha mais cartões que o necessário

Ter muitos cartões de crédito podem trazer muita confusão na hora de pagar as faturas. Imagine só se você tiver feito várias compras em diversos cartões, no fim do mês, se você não tiver controle suas finanças direitinho, você provavelmente levará um susto.

Por isso é melhor evitar esse tipo de confusão, não é? Evite ter muitos cartões de crédito e, se você precisar ter mais de um cartão, altere as datas de fechamento e vencimento para datas distintas. Desse modo, você conseguirá gerenciar melhor o seu dinheiro e também as suas despesas com o cartão.

5. Parcele suas compras na menor quantidade de parcelas possíveis

Permitir parcelamentos é, indubitavelmente, uma grande vantagem dos cartões de crédito. Graças a isso, é possível adquirir produtos com um valor mais elevado e ir pagando aos poucos. No entanto, os juros das parcelas são reconhecidamente altos, o que pode ser considerado um tipo de desvantagem dessa modalidade de compra.

Deve-se ficar atento a quantidade de parcelas, pois o excesso delas pode colaborar com o consumo desenfreado, graças a sensação de que as contas estão sob controle. Evitar compras com parcelamentos longos é também essencial para não perder o descontrole financeiro e evitar dívidas com o cartão.

Além disso, certifique-se de parcelar apenas produtos essenciais, que possam te trazer um retorno no futuro, especialmente se o preço do produto for o mesmo se parcelado.

6. Use o seu cartão apenas em momentos emergenciais

Por fim, uma dica importante para manter os gastos do cartão sempre sob controle é reservar seu uso para emergências, afinal, uma vantagem que o crédito proporciona é a possibilidade de fazer gastos em momentos críticos, como quando ocorrem problemas de saúde ou surge a necessidade de fazer reparos no carro ou em casa.

Só não se esqueça que a conta chega, então, utilize o cartão somente quando uma emergência surgir e você não possuir dinheiro suficiente em seu fundo emergencial no momento do imprevisto.

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!